8 Setembro, 2017

“Vivem-se anos fascinantes no Porto. Os líderes das cidades são os novos líderes mundiais”, diz André Dias, do CEiiA

Para André Dias, actual Head of Intelligent Systems no CeiiA, “a afirmação no espaço global pertence hoje às cidades”. No Conversas à Porto sobre ambiente, o investigador considerou que o poder de transformação está na mão dos líderes urbanos e sobre o Porto, “a cidade onde tenho o enorme prazer de viver”, manifestou muito optimismo quanto ao futuro.

Ler Artigo Completo

Partilhar

Desde logo, porque o novo paradigma das políticas públicas de mobilidade começa ganhar o interesse crescente da cidade do Porto, e terá um impacto significativo tanto no ambiente, como no comportamento dos cidadãos. De acordo com o Head of Intelligent Systems de um dos maiores centros de excelência tecnológicos do mundo, o CEiiA (localizado em Matosinhos, em frente ao Parque da Cidade), “quem gere a cidade tem hoje uma série de desafios pela frente”. E o Porto está a saber agarrá-los, considera.

“O CIDADÃO DO FUTURO VAI QUERER QUE AS CIDADES GARANTAM SOLUÇÕES DE MOBILIDADE INTEGRADA”

Por mobilidade integrada entende-se a utilização de transportes públicos, de transportes individuais pagos (como táxis, UBER e car sharing), o uso de scooters ou bicicletas eléctricas. Esta “mobilidade flexível” e também mais económica, representa o futuro das cidades, observou André Dias. Um futuro que está muito próximo do tempo presente, e para o qual as cidades têm que estar preparadas, através da disponibilização de meios e de infraestruturas.

Para que este cenário se concretize, o Porto terá que “regular e promover este tipo de soluções”. Um trabalho que só se consegue, efectivamente, se a Câmara Municipal investir numa lógica integrada. O CEiiA, através do projecto mobi.me, explicou o investigador, oferece a solução para uma mobilidade sustentável e inteligente. Nessa lógica, o Centro de Investigação “quer trabalhar mais próximo do Município do Porto”. Os primeiros passos desta parceria tecnológica já estão em marcha, e em duas frentes.

Desenvolvidos à escala global, “os testes com veículos autónomos” vão ser feitos no Porto, e André Dias “espera que a cidade assuma, neste contexto, um papel relevante”. A autarquia está também a liderar o processo de electrificação da sua frota, prevendo-se que 70% dos veículos sejam transformados em veículos eléctricos. Uma medida que, para além dos ganhos financeiros, irá contribuir para a descarbonização do ar do Porto.

Nas palavras conclusivas do orador convidado, “a cidade mais rica, é aquela que mais carbono consegue neutralizar”.

Esteja a par das novidades
do nosso Porto nas redes

O meu Partido
é o Porto

×

Eu Quero Ir

×

Quer ser convidado para as acções de campanha de Rui Moreira?
Faça parte do grupo de cidadãos independentes nesta caminhada até dia 1 de Outubro.

Preencha os seus dados em baixo

Eu Quero Ajudar

×

Quer ser voluntário na campanha de Rui Moreira?
Indique-nos a sua disponibilidade e será contactado.

Preencha os seus dados em baixo

Eu Quero Doar

×

Quer participar financeiramente para esta campanha?
Envie-nos os seus dados e entraremos em contacto consigo para lhe explicarmos como pode fazê-lo.

Preencha os seus dados em baixo

Eu Quero Falar

×

Dê a cara pelo seu Porto. Grave um vídeo com a sua opinião (pode ser com o seu telemóvel), carregue-o no Youtube ou Vimeo e envie-nos o link, depois de nos deixar os seus dados. Ao fazê-lo, autoriza a candidatura a usar partes ou o todo para publicação no site e redes sociais. Para falar com o Porto é por aqui.

Preencha os seus dados em baixo