18 Setembro, 2017

Rui Moreira ao JN: “Durante 40 anos, as pessoas saíram do centro e afastaram-se do Porto porquê?”

Em entrevista ao Jornal de Notícias, Rui Moreira, candidato independente à Câmara do Porto, reforça a política de habitação que tem para a cidade e recorda que o turismo não deve ser visto como o culpado pelo saída dos portuenses do centro histórico. Está satisfeito com o ritmo da reabilitação urbana e certo de que as duas áreas de reabilitação urbana (ARU) de Campanhã começam a atingir um impacto positivo.

Ler Artigo Completo

Partilhar

É, sobretudo, com foco na gestão do sucesso que a apresentação das políticas do Nosso Partido é o Porto se estrutura, na entrevista de Rui Moreira ao Jornal de Notícias. “Se a cidade está a ser mais utilizada, deve ser capaz de organizar os seus recursos de uma forma mais competente”.

O que preocupa Rui Moreira é assegurar que a cidade oferece todas as condições para os que “querem lá viver o possam fazer”, algo que se relaciona com a sustentabilidade, o quarto pilar que definiu para a sua candidatura. Nesse contexto, apresentou as linhas programáticas do movimento para a habitação, um dos vectores da sustentabilidade.

“Defendemos uma política integrada em que há investimento público, parcerias público-privadas mas, acima de tudo, uma política para a habitação. Não é dizer agora que vamos atirar 300 milhões de euros para resolver o problema”, adverte. Na promoção de arrendamento a preços controlados o candidato independente propõe actuar sobre o IRS (caso a posição do Governo em rever a taxa em baixa seja, efectivamente, cumprida), além da criação de um “amortecedor idêntico ao fundo de solidariedade social” que criou há quatro anos, como forma de colocar o IMI a zero aos proprietários que aceitem arrendar a preços controlados.

Na taxa turística, cuja receita estima-se que seja entre seis ou sete milhões por ano, Rui Moreira aponta a criação de um sistema semelhante. “Se lhe disser que terá um benefício relativamente à fiscalidade e, ao mesmo tempo, quem alugar a casa tiver um benefício através de um fundo de apoio que vem da taxa turística, conseguimos igualar as coisas”, explica.

Estes e outros temas foram abordados na entrevista ao Jornal de Notícias. Descubra todas as respostas de Rui Moreira aqui.

Esteja a par das novidades
do nosso Porto nas redes

O meu Partido
é o Porto

×

Eu Quero Ir

×

Quer ser convidado para as acções de campanha de Rui Moreira?
Faça parte do grupo de cidadãos independentes nesta caminhada até dia 1 de Outubro.

Preencha os seus dados em baixo

Eu Quero Ajudar

×

Quer ser voluntário na campanha de Rui Moreira?
Indique-nos a sua disponibilidade e será contactado.

Preencha os seus dados em baixo

Eu Quero Doar

×

Quer participar financeiramente para esta campanha?
Envie-nos os seus dados e entraremos em contacto consigo para lhe explicarmos como pode fazê-lo.

Preencha os seus dados em baixo

Eu Quero Falar

×

Dê a cara pelo seu Porto. Grave um vídeo com a sua opinião (pode ser com o seu telemóvel), carregue-o no Youtube ou Vimeo e envie-nos o link, depois de nos deixar os seus dados. Ao fazê-lo, autoriza a candidatura a usar partes ou o todo para publicação no site e redes sociais. Para falar com o Porto é por aqui.

Preencha os seus dados em baixo