10 Julho, 2017

O Porto tem pela primeira vez um mapa de arte pública

Rui Moreira lançou hoje o Mapa de Arte Pública, um autêntico museu a céu aberto na cidade, que contempla a integração de cinco rotas temáticas. O anúncio ficou marcado pela inauguração da primeira obra pública de Julião Sarmento no Porto, uma escultura denominada “Self-portrait as a fountain”, que integra a Rota da Água. “Cidade líquida” e “cultura em expansão” são conceitos que, desde a primeira hora, Rui Moreira defendeu e que, através dos mais diversos programas e iniciativas, têm sido aplicados à Cultura do Porto.

Ler Artigo Completo

Partilhar

Foi com a envolvência dos jardins de Nova Sintra, localizados na sede da empresa municipal Águas do Porto, que o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, apresentou a primeira escultura pública de Julião Sarmento na cidade, inserida no Mapa de Arte Pública que foi também hoje integralmente revelado.

A obra do conceituado escultor português Julião Sarmento, para Rui Moreira “um artista inconfundível”, faz parte de uma das cinco rotas que compõem o Mapa de Arte Pública da cidade, a Rota de Água. Mas há mais quatro rotas a descobrir: as rotas Histórica, das Letras, Escola das Belas Artes e Arte Contemporânea. Cada um dos roteiros envolve 10 obras, num total de 50, seleccionadas a partir de um conjunto mais vasto de 219 obras assinaladas no Mapa.

Programa de Arte Pública existe há dois anos

Como explicou esta manhã Rui Moreira, o Programa de Arte Pública foi apresentado há dois anos, por altura da inauguração do painel de Fernando Lanhas no túnel da Ribeira. Recordou como promotor da ideia o antigo vereador da Cultura, Paulo Cunha e Silva, um “visionário”, que preconizou os conceitos de “cidade líquida” e de “cultura em expansão”.

No lançamento oficial do Mapa de Arte Pública, que decorreu nos Jardins de Nova Sintra, Rui Moreira não quis deixar de fazer uma referência à recuperação recente daquele espaço verde de inspiração romântica, um jardim também ele digno de visita e descoberta.

O Mapa de Arte Pública reúne obras já existentes na cidade, algumas datadas do século XIX, e outras que num futuro próximo vão ser instaladas. A esse propósito, aliás, o edil avançou que no final do ano está prevista a instalação de uma obra do artista Alberto Carneiro no Largo de São Domingos.

Pretende-se assim transformar este património num programa cultural vivo da cidade, proporcionando também a descoberta dos lugares que as acolhem. O Mapa de Arte Pública está subdividido por cinco propostas de percurso, de acordo com os cinco roteiros disponíveis. Ficará brevemente disponível, de forma gratuita, nos postos de turismo da cidade, no aeroporto e em outros pontos estratégicos.

Esteja a par das novidades
do nosso Porto nas redes

O meu Partido
é o Porto

×

Eu Quero Ir

×

Quer ser convidado para as acções de campanha de Rui Moreira?
Faça parte do grupo de cidadãos independentes nesta caminhada até dia 1 de Outubro.

Preencha os seus dados em baixo

Eu Quero Ajudar

×

Quer ser voluntário na campanha de Rui Moreira?
Indique-nos a sua disponibilidade e será contactado.

Preencha os seus dados em baixo

Eu Quero Doar

×

Quer participar financeiramente para esta campanha?
Envie-nos os seus dados e entraremos em contacto consigo para lhe explicarmos como pode fazê-lo.

Preencha os seus dados em baixo

Eu Quero Falar

×

Dê a cara pelo seu Porto. Grave um vídeo com a sua opinião (pode ser com o seu telemóvel), carregue-o no Youtube ou Vimeo e envie-nos o link, depois de nos deixar os seus dados. Ao fazê-lo, autoriza a candidatura a usar partes ou o todo para publicação no site e redes sociais. Para falar com o Porto é por aqui.

Preencha os seus dados em baixo