31 Agosto, 2017

“A ligação da cultura à educação é fundamental na construção de uma escola inclusiva”, acredita Rui Moreira

Esta tarde, o especial Conversas à Porto sobre Educação reuniu centenas de pessoas na sede de campanha do Nosso Partido do Porto. Com um painel de conceituados oradores, entre Joaquim Azevedo, Fernando Paulo e Jorge Prendas, que enriqueceram o debate sob diferentes perspectivas, coube a Rui Moreira, candidato independente à Câmara do Porto, o encerramento da sessão. Reconhecendo que, no domínio educativo, o país não avançou tanto como noutros sectores, Rui Moreira defende que os municípios estão em condições de actuar no sentido de desenvolver programas que promovam a coesão social nas escolas e, por conseguinte, que mitiguem a exclusão.

Ler Artigo Completo

Partilhar

Considerando que não podemos perder mais tempo a discutir a dimensão geográfica da intervenção de políticas públicas a nível da educação, Rui Moreira afirmou, esta tarde, na sua sede de campanha, que o município está em condições de assumir um papel mais activo na construção de um novo paradigma educativo, mais inclusivo e alicerçado no debate entre os vários agentes educativos.

Para o candidato do Nosso Partido é o Porto, a cultura, pilar fundador da sua candidatura, é o cimento agregador na construção do novo modelo escolar, fundamental na construção de uma cidadania plena. Transmissora de bons exemplos, as actividades culturais devem ser encaradas como unificadoras do projecto educativo alargado, contando, para isso, com o envolvimento de toda a comunidade. Neste domínio, lembrou projectos que, durante este mandato autárquico provaram a virtuosidade da associação da cultura à educação e, por conseguinte, à coesão social: o OUPA, a Orquestra Juvenil da Bonjóia e, a um nível mais alargado, o apoio aos grafitters no desenvolvimento da arte pública urbana.

“A ESCOLA É A CAPELA DA EDUCAÇÃO”

Enquanto estruturas físicas, as escolas são templos sagrado do ensino, entende Rui Moreira, justificando, por isso, que o investimento no modelo de ensino que congrega e não exclui é para continuar. E para que seja mais efectivo, tem que simplificar, em vez de perder-se num emaranhado de diagnósticos e projectos que depois, a nível prático, pouco acrescentam à realidade.

Preocupado com os índices de abandono escolar na periferia da cidade, o candidato independente entende como premente uma actuação concertada do poder autárquico local, naquilo que é o dever de um ensino de excelência. Uma tarefa que o Estado central tem a obrigação de apoiar, delegando competências e transferindo o respectivo envelope, considera Rui Moreira.

O candidato independente manifestou-se ainda optimista quanto ao futuro. Acredita numa escola mais inclusiva, formadora de cidadãos com espírito crítico, onde a “dignidade de cada um dos territórios” é respeitada. Mas, para que essa sua convicção não esteja distante da realidade, propõe à cidade um conjunto de medidas no campo da educação, que foram apresentadas pelo sétimo candidato da sua lista, Fernando Paulo.

“QUERO AGRADECER A NOTÁVEL PARTICIPAÇÃO CÍVICA NO DEBATE”

Considerando que o que marca a diferença nas Conversas à Porto são os seus intervenientes (que, em sete sessões, já ultrapassaram os 90 contributos), Rui Moreira deixou uma palavra de apreço a todos quantos decidem, livremente, participar na discussão da cidade, aproveitando para dizer que esta candidatura acredita e defende a pluralidade de ideias. “Não convidamos apenas aqueles que nos apoiam e isso é o que nos distingue”, concluiu o candidato.

 

 

Esteja a par das novidades
do nosso Porto nas redes

O meu Partido
é o Porto

×

Eu Quero Ir

×

Quer ser convidado para as acções de campanha de Rui Moreira?
Faça parte do grupo de cidadãos independentes nesta caminhada até dia 1 de Outubro.

Preencha os seus dados em baixo

Eu Quero Ajudar

×

Quer ser voluntário na campanha de Rui Moreira?
Indique-nos a sua disponibilidade e será contactado.

Preencha os seus dados em baixo

Eu Quero Doar

×

Quer participar financeiramente para esta campanha?
Envie-nos os seus dados e entraremos em contacto consigo para lhe explicarmos como pode fazê-lo.

Preencha os seus dados em baixo

Eu Quero Falar

×

Dê a cara pelo seu Porto. Grave um vídeo com a sua opinião (pode ser com o seu telemóvel), carregue-o no Youtube ou Vimeo e envie-nos o link, depois de nos deixar os seus dados. Ao fazê-lo, autoriza a candidatura a usar partes ou o todo para publicação no site e redes sociais. Para falar com o Porto é por aqui.

Preencha os seus dados em baixo